Plano de Ação Regional de Educação Permanente em Saúde

 

Neste Ano de 2018 o Pareps Continuara com suas ações, em conformidade com o de 2017.

O Plano de Ação Regional de Educação Permanente em Saúde é um conjunto de ações:

Primeira Ação: Reunião do representante do Centro de Desenvolvimento  de Qualificação (CDQ) com os gestores da Comissão Intergestora Regional (CIR) para apresentar o Núcleo de Educação Permanente em Humanização regional (NEPH).

Estratégias Possíveis: Apresentar o conceito de Educação Permanente em Saúde (EPS), a Política de EPS, e a importância do NEPH Regional e Municipal; incentivar os gestores para indicar ou manter o interlocutor da cidade.

Segunda Ação: Reunião do representante do CDQ, com o interlocutor e Gestor Municipal para planejar estratégias municipais.

Estratégias Possíveis: Sensibilizar os gestores para apoio, criação e fortalecimento dos NEPH municipal (pactuar a publicação de portaria);reforçar com o gestor a indicação ou manutenção do interlocutor do NEPH municipal; apresentar as sugestões extraídas das oficinas municipais de 2015 realizadas com os trabalhadores do município; elaborar um cronograma de atividades.

Terceira Ação: Reunião com os interlocutores municipais no Departamento Regional de Saúde XIII (DRS XIII).

Estratégias Possíveis: Apresentar e acolher os novos interlocutores; levantar o conhecimento prévio do  interlocutor; apresentar o conceito de Educação Permanente em Saúde e a Política de EPS, e a importância do NEPH Regional e Municipal; apresentar o PAREPS; problematizar coletivamente o papel do interlocutor na Regional e no Município; elaborar um plano de ação específico para cada município; favorecer encontros individualizados entre interlocutores e CDQ, conforme necessidade.

Quarta Ação: Reunião com os trabalhadores da saúde

Estratégias Possíveis: Dar continuidade às oficinas temáticas e vivenciais realizadas nos municípios em 2015 com a participação de facilitadores com expertise em EPS; elaborar, a partir destas oficinas, o plano municipal de EPHS; considerar os planos municipais para levantar as necessidades regionais para construção do PAREPS 2018.

Resultados Esperados: Criação do NEPH e fortalecimento dos existentes. Apropriação e aplicação da Política da Educação Permanente na prática profissional dos trabalhadores da saúde. E ampliar o processo de democratização da EPS.

PORTARIA Nº 399 GM DE 22 DE FEVEREIRO DE 2006-PAREPS 2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *